ADA ב Influencers

A Ascensão dos Idosos Digitais: Uma Nova Oportunidade no Mercado Tecnológico

A Ascensão dos Idosos Digitais: Uma Nova Oportunidade no Mercado Tecnológico

Ascensão dos Idosos Digitais
Ascensão dos Idosos Digitais

A pandemia acelerou a introdução e adaptação à Internet, impactando consideravelmente um segmento frequentemente negligenciado nos planos de marketing – aqueles com mais de 60 anos. Uma falha, na minha visão, pois o estudo de tendências globais do Euromonitor em 2022 evidenciou a expansão da participação digital entre os chamados “Idosos Digitais”, impulsionada pelas circunstâncias impostas pela pandemia.

Os consumidores com 60 anos ou mais estão navegando pelo mundo digital, fazendo compras online, acessando serviços financeiros e de saúde, adquirindo informações e explorando entretenimento digital. A disseminação dos smartphones foi um fator fundamental nesse processo de democratização do acesso à internet para os idosos, embora a alfabetização digital ainda seja um desafio para muitos, causando sentimentos de confusão e frustração.

Euromonitor

O estudo também revelou que a geração mais experiente valoriza a simplicidade e é receptiva a tecnologias que facilitem seu cotidiano. A ascensão dos influenciadores digitais seniores tem contribuído para desmistificar a ideia de que a terceira idade é resistente à tecnologia. Criando conteúdo online e servindo como embaixadores de marcas, eles atraem milhares de seguidores.

Para atender efetivamente esse público, as empresas precisam compreender os desafios que os idosos enfrentam ao acessar a web e os dispositivos tecnológicos. A inclusão digital é benéfica para todos, melhorando a qualidade de vida dos consumidores mais velhos e expandindo a visibilidade das marcas.

As empresas precisam investir em design acessível e em educação digital para superar as barreiras que ainda impedem muitos idosos de aproveitar plenamente os benefícios da internet. A parceria com influenciadores digitais seniores pode ser uma estratégia eficaz para promover a inclusão digital. Como exemplos temos Miréia Borges (@mireiabrg), influenciadora gaúcha de 63 anos; Helena Schargel (@helenaschargel), modelo e estilista de 80 anos, Luis Baron (@topassado_), que se dedica a abordar temas relacionados à maturidade na comunidade LGBTQIA+ dentre muitos outros influenciadores.

É importante lembrar que os idosos de hoje foram os consumidores economicamente ativos de duas décadas atrás. Eles já tiveram que lidar com a internet, seja por necessidades profissionais ou por simples curiosidade. Não podemos subestimar este público e seu potencial de consumo.

A inclusão digital dos idosos não é uma simples tendência, mas uma mudança fundamental que reflete a adaptabilidade e resiliência deste grupo demográfico. A tendência é que a interação dos idosos com a internet se torne cada vez mais intensa no futuro, trazendo benefícios para consumidores e empresas.

Até a próxima,

Fundador e CEO da Ada Influencers
allex@adainfluencers.com
“Marketing de influência feito por pessoas para pessoas.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima