ADA ב Influencers

Dilemas das redes sociais: Engajamento e selos de verificação 

O cenário das redes sociais está em constante evolução, e influenciadores digitais enfrentam desafios crescentes para se adaptar a essas mudanças. A compra do Twitter, agora conhecido como X, no ano passado, marcou o início de uma série de polêmicas relacionadas às estratégias de negócios das grandes empresas de redes sociais. O próprio X promoveu demissões em massa e alterou a política de selos de verificação de identidade, tornando-os pagos. A Meta, empresa de Mark Zuckerberg, também introduziu selos semelhantes no Facebook e Instagram e lançou a rede Threads para competir com o Twitter. 

A relevância dessas mudanças vai além do tamanho das empresas e do número de usuários que elas atingem. Empresas de diferentes setores estão cada vez mais dependentes do marketing de influência, impulsionado pelas redes sociais. Essa disciplina é usada tanto para a construção de marcas quanto para impulsionar as vendas. 

Os influenciadores desempenham um papel crucial nesse cenário, graças à conexão que têm com suas audiências. Eles entendem suas comunidades, suas preferências, movimentos culturais e como engajá-las. Grandes campanhas publicitárias agora direcionam parte significativa de seus orçamentos para influenciadores, incluindo diversos deles para atingir diferentes públicos com diferentes objetivos. 

A composição dessas campanhas é estratégica, envolvendo influenciadores de grande visibilidade para gerar consciência, influenciadores menores com públicos específicos e, por fim, nano influenciadores com credibilidade profissional e autoridade sobre seus seguidores. 

Essa estratégia reflete a busca pela atenção dos usuários em um cenário de crescente fragmentação da mídia. A atenção das pessoas está agora nas redes sociais e nos dispositivos móveis, tornando essencial a presença das marcas nesses canais. 

Os influenciadores desempenham um papel importante na migração da atenção das mídias tradicionais para a internet. Sua capacidade de transmitir mensagens autênticas e encurtar a distância entre as marcas e os consumidores finais é inegável. 

Uma pesquisa YouPix+Nielsen mostrou que mais empresas acreditam que “trabalhar com influenciadores traz um resultado que nenhum outro tipo de comunicação digital pode trazer”. Em 2019, 69% concordavam com essa afirmação, em contraste com 93,75% em 2023. 

A pandemia acelerou ainda mais essa tendência, com quase todas as marcas agora considerando o uso de influenciadores em suas estratégias. Além disso, muitas marcas estão contratando influenciadores não apenas como canais de mídia, mas também para cocriar conteúdo, garantindo uma comunicação autêntica com seus públicos. 

No entanto, os influenciadores enfrentam desafios constantes devido às mudanças nos algoritmos das redes sociais. Eles precisam adaptar suas estratégias para garantir que seus conteúdos alcancem o público desejado. As plataformas não divulgam claramente como seus algoritmos funcionam, levando os criadores de conteúdo a realizar testes para entender o que funciona. 

A incerteza em relação aos algoritmos faz parte do jogo para muitos no marketing de influência. No entanto, é essencial entender como usar os algoritmos a seu favor e aproveitar as mudanças para melhorar a entrega de conteúdo. 

O recente lançamento de selos de verificação pagos pelo Twitter/X e Meta trouxe novos dilemas para os influenciadores. Esses selos, que antes eram símbolos de prestígio e notoriedade, agora estão mais acessíveis, mas sua credibilidade pode ser questionada. 

O impacto dessas mudanças nos selos de verificação ainda não está claro. Algumas opiniões sugerem que eles não afetarão significativamente os influenciadores, enquanto outros acreditam que isso pode prejudicar os pequenos influenciadores e diminuir o valor do selo como indicador de autoridade. 

Independentemente do impacto imediato, é importante considerar as implicações a longo prazo dessas mudanças. Pode haver o surgimento de novas categorias de selos de verificação com benefícios adicionais, ou outras plataformas podem adotar políticas semelhantes. 

Os influenciadores terão que se adaptar a essa nova realidade e aprender a tirar o melhor proveito das mudanças nos algoritmos e na política de selos de verificação. No ambiente de crescente interesse por engajamento e vendas no mundo virtual, eles continuam sendo peças-chave na construção de marcas e na conexão com o público. 

Acompanhe a ADA Influencers: 

Confira mais artigos através do nosso blog

#RedesSociais #Influencers #SelodeVerificação #Engajamento #MarketingdeInfluência 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima